1 de set de 2012

Gurgel elétrico atrai atenção de Deputado

Décio Lima veio conhecer o Gurgel elétrico

Amigos,

Hoje fui surpreendido com a visita do Deputado Federal Décio Lima (PT). Veio conhecer o meu veículo elétrico do qual tomou conhecimento através da matéria publicada na Folha de São Paulo (veja post anterior).

Décio disse que, o que chamou a sua atenção, foi o baixo custo de montagem do veículo, menos de 30 mil reais. Os carros elétricos dos quais tinha tomado conhecimento em Brasília chegam a valores perto dos 200 mil reais. Tive a oportunidade de explicar que o meu objetivo era justamente este; desmistificar o carro elétrico, tanto em termos de custo como também em termos de uso.

O Deputado conferiu a simplicidade de funcionamento.

Tive a oportunidade de explicar a simplicidade do funcionamento do carro e, também, de comentar da dificuldade de legalização, algo a ser alterado na nossa legislação.

Imagino que, através da conscientização dos políticos, possamos começar a reverter o quadro contrário ao uso do veículo elétrico no Brasil. Fiquei contente com a visita e interesse demonstrado pelo Deputado. Já tinha comentado sobre o carro com vários outros representantes do povo que nunca deram qualquer tipo de retorno.

5 comentários:

  1. Ola Carlos
    Seguindo voce e o Luiz Feijó, vou montar meu Gurgel Eletrico! Ainda é só projeto, pois ainda nao fechei o negocio do principal, um Supermini Azul 1992. Mas estou pesquisando muito o assunto, buscando informações sobre motor, baterias e o sistema eletrico. Acho que vou montar um blog também para compartilhar minha saga.

    ResponderExcluir
  2. Olá Carlos, tudo bem? Sou do jornal O Globo e gostaria de falar com você sobre uma pauta desse Gurgel interessantíssimo. Entre em contato comigo por favor: cosentino@oglobo.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu gostaria de deixar aqui algumas dicas mais avançadas pro pessoal que tem recursos financeiros para transformar seus veículos a combustão em veículos elétricos:

    => Quanto a tração elétrica:

    -> Use dois ou quatro (o mais correto) motores de cubo de roda (Hub Motors) de Corrente Alternada, sem escovas, de imãs permanentes de terras raras (imãs de Neodímio-Ferro-Boro / Nd2Fe14B) - motores conhecidos também como PMSM (Permanent Magnet Synchronous Motors), são os melhores que você poderá usar em qualquer veículo elétrico!

    => Quanto ao controle da tração elétrica:

    -> Use um inversor (do banco de baterias para os motores) DC/AC (CC/CA, em Português) baseado em chaveamento de alta frequência, não em transformadores convencionais, grandes, pesados, ineficientes e caros;

    -> Use controle automático de vetor (chamado também de FOC - Field-Oriented Control) para controlar a velocidade e direção do motor AC (CA, em Português), ao invés das tecnologias mais antigas em uso atualmente, como o controle via PWM (Pulse-Width Modulation - Modulação por Largura de Pulso), seja com IGBT ou Chopper, pois são menos eficientes e precisas que o controle via FOC!

    => Quanto a frenagem regenerativa:

    -> Armazene a energia das frenagens temporariamente em um banco de Capacitores Elétricos de Camada Dupla - Electric Double-layer Capacitors - também chamados ultracapacitores, e a use em um sistema de injeção direta de Corrente no motor, como no sistema KERS, usado na Fórmula 1, o que lhe dará um belo aumento de potência para subir ladeiras íngremes, ultrapassar caminhões, ônibus, etc., enfim, lhe dará potência extra para o que precisar, por alguns segundos!

    => Quanto as baterias:

    -> Esse é o maior problema, mas temos várias opções, pesquise sobre as baterias de:

    _> Sódio-ion (a mais promissora e barata para o futuro, na minha opinião);
    _> Nanotitanato de Lítio (nova tecnologia com Titanato de Lítio);
    _> Lítio-ion (Li-ion) com Nanotubos de Carbono (nova tecnologia com íons de Lítio);
    _> Lítio-ion (Li-ion) (tecnologia convencional com íons de Lítio);
    _> Polímero de Íons de Lítio (Li-poly);
    _> Lítio Titanato (tecnologia convencional com Titanato de Lítio);
    _> Lítio Enxofre;
    _> Lítio Óxido de Vanádio;
    _> Lítio Fosfato de Ferro;
    _> Lítio Manganês Espinélio.

    Dica: Use células de baterias de Notebook, de Li-ion, de 3.7V DC cada, de 3500mAh ~ 4000mAh (ou mais) cada, em arranjos de 100 em série para dar 370V DC (ou mais, dependendo do seu projeto de motor/inversor/controlador) e jogar essa Tensão em um inversor com controlador para o motor AC trifásico e 15 (ou mais) desses packs em paralelo, totalizando 1500 dessas células (ou mais), NO MÍNIMO! Em quantidade, essas células saem em torno de 1 (um) dólar cada uma, mais frete e impostos! Muito melhor que essas arcaicas baterias de chumbo-ácido seladas estacionárias que vocês usam em suas conversões aqui no Brasil! Os carros da Tesla Motors (Tesla Roadster e Tesla Model S), que são os melhores carros elétricos do mundo, usam dessas células de baterias de Notebook, 6500 delas em cada carro!

    [Continua no próximo comentário...]

    ResponderExcluir
  4. [Continuação do comentário anterior...]

    => Quanto aos extras:

    -> Como um microcomputador completo, que use hardware e software livres, temos o Raspberry Pi, rodando Raspbian (Debian GNU/Linux para o Raspberry Pi), que pode ser utilizado para absolutamente tudo que for relacionado a automação do veículo, até para um sistema de câmera de ré, pisca-alerta automatizado, desligamento inteligente, fechadura inteligente, e o que mais sua imaginação e conhecimento permitir;

    -> Tem-se ainda o MSP430 LaunchPad, da Texas Instruments, que é uma plaquinha perfeita para controlar muita coisa em um veículo elétrico, programada via USB, cujo kit completo custa apenas $4.30 dólares (isso mesmo, quatro dólares e trinta cents), e vem com cabo USB, 2 Microcontroladores, a plaquinha, adesivos, e até um cristal de clock, enfim, completa para sair usando e controlando tudo quanto é "traquitana" eletrônica que quiser colocar para automatizar seu veículo elétrico;

    -> Isso sem contar o famoso Arduino, a mais conhecida plataforma de prototipagem eletrônica de hardware livre do mundo, que poderia ser usada também para controlar o que você quiser, automaticamente, dentro do seu veículo elétrico, sendo limitada apenas pela sua imaginação e conhecimento;

    -> Pode-se instalar também um painel fotovoltaico flexível composto de células solares de película fina (conhecidas como FTM - Flexible Thin-film Modules) no teto do veículo, e até mesmo no capô e laterais, cujo único impedimento seria mesmo o custo de tal tecnologia, pois daria uma boa ajuda durante o dia para a carga das baterias e consequente aumento da autonomia do veículo!

    Obs.: Posso orientar qualquer um que queira fazer essa transformação de tração em seu veículo, seja ele carro, moto, bicicleta, quadriciclo, patinete, skate, patins, etc., e não cobro nada por isso (É DE GRAÇA MESMO, SEM EXTRAS NEM TAXA ALGUMA), só me procurar via Facebook (/igorisaiasbanlian), Twitter (@igor_isaias), MSN (igorisaiasbanlian@outlook.com), Skype (igor.isaias.banlian), e-mail (igorisaiasbanlian@gmail.com), enfim, só não respondo ainda via sinais de fumaça nem telepatia, hehehe!

    P.S.: Procuro patrocinador com no mínimo 100 mil reais, disposto a investir no melhor carro transformado em elétrico já feito no Brasil, com todas as tecnologias que citei acima, todas "top de linha", e ainda melhores, com possibilidade de serem usadas baterias protótipos com nanotecnologia, de Universidades dos EUA, autonomia de 400Km ~ 500Km (ou mais) com uma só recarga, recargas em poucos minutos, velocidade máxima de, no mínimo, 120Km/h, e sendo um carro totalmente automatizado (exceto a pilotagem do mesmo, evidente), controlado por computador (luzes, sons, músicas, bancos, direção, ar condicionado, vidros, travas, câmera, GPS, dados de telemetria, etc.), com hardware livre e software livre, totalmente documentado e sem patentes... Será feito com base em um ==> Gurgel Supermini <== ou em um ==> Volkswagen Fusca <==! Ah, e eu farei tudo (obviamente não sozinho, mas sim com a contratação de parceiros em fábricas, oficinas, etc.), o patrocinador só entrará com o dinheiro, e, claro, vai acompanhar passo-a-passo onde o dinheiro estará sendo empregado, em tempo real, via site feito por mim exclusivamente para este projeto, e não é só isso, no site terá o streaming de uma câmera (tipo Webcam) que mostrará em tempo real a transformação do carro, passo-a-passo, dia após dia, com toda publicidade e propaganda que o patrocinador quiser colocar, inclusive na pintura e adesivagem do carro!

    Abraço,
    Igor Isaias Banlian

    ResponderExcluir
  5. meu caro, possuo um br800 e um projeto que o torna eletrico, gostaria de saber como vc fez para legalizar o seu carro, pois ninguem tem essa informação. peço encarecidamente ajuda de sua para (apenas informação de como ) o sr fez para converter ele a eletrico.

    ResponderExcluir