11 de nov de 2010

Mais uma empresa no desenvolvimento de motores elétricos para carros

Olá Pessoal, mais uma boa notícia hoje.

Paulo Barbosa, da empresa Nova PRecursor (SP), divulgou hoje, num grupo de discussões especializado sobre carros elétricos na internet, que fechou acordo tecnológico com a Voges Motores, de Caxias do Sul (RS). A Voges deu continuidade a antiga fábrica de motores da Eberle.

A Nova PRecursor - NPR desenvolverá os inversores de freqüencia enquanto que a Voges irá produzir o motor elétrico.


A NPR já tem um carro protótipo rodando em fase de teste com o inversor desenvolvido em São Paulo. O carro utiliza um motor Voges convencional de indução.  Agora, com o apoio da Voges, este projeto será otimizado com um motor específico para tração automotiva.

Imagino que o equipamento deva aumentar a eficiência e logo o Brasil terá mais um produto de qualidade e confiabilidade para mover a nossa futura frota elétrica.

É isto aí. Desta forma estaremos evitando mais uma invasão chinesa em nossa mercado.
Parabéns à NPR e à Voges por esta parceria e desenvolvimento.

Eu agora, terei que me comprometer em ficar na fila para a aquisição também deste futuro Kit.

Grande abraço a todos
Pimpão

10 de nov de 2010

WEG vai sair na frente

Olá pessoal,

Hoje foi confirmado. A WEG deve entregar os primeiros motores para testes em veículos elétricos em fevereiro de 2011. Esta notícia foi divulgada por engenheiros da empresa nos grupos de discussão especializados na internet.

Ficamos muito feliz. Primeiro porque será um produto 100% nacional. Tecnologia de primeira qualidade e sem pagar impostos e direitos a outros fabricantes ou países.

Segundo, porque ficará mais fácil montar carros elétricos no Brasil.

Espero que o Governo Brasileiro e também o Governo Estadual entendam a importância deste fato para a nossa economia. Espero o devido reconhecimento em forma de redução de impostos e outros encargos. Isto será decisivo para que o motor elétrico nos carros se torne popular.

Quero deixar aqui os meus parabéns à equipe de engenharia da WEG e também uma encomenda de primeira mão. Assim que sair o kit no mercado estarei adquirindo um.

Grande abraço
Pimpão

9 de nov de 2010

Desulfatador, ou melhor, Desulfator

Olá Pessoal,

Uma das possibilidades de perda de autonomia é a sulfatação das placas das baterias. Procurei na Internet e encontrei uma aparelho que promete desulfatar. O site www.infinitumstore.com vende um pequeno aparelho que aplica pulsos de alta frequência na bateria. Para testar comprei uma unidade. Recebi a mesma 4 dias úteis depois de pago. Realmente impressionante pois o dito aparelho veio da Malásia.

Liguei o aparelho a uma das baterias identificadas como problemáticas. Vou deixar o aparelho por 3 dias para então repetir o teste que comentei no post anterior. Assim que tiver o resultado publicarei neste blog.
Grande abraço,
Pimpão